Marcos se irrita com palmeirenses e abandona treino

Marcos voltou a demonstrar seu descontentamento no Palmeiras. Durante o treino em campo reduzido desta segunda-feira, na Academia de Futebol, o goleiro se irritou com o comportamento dos companheiros e abandonou a atividade.

AE, Agencia Estado

22 de março de 2010 | 19h27

A irritação de Marcos aconteceu após sofrer o primeiro gol na atividade. O goleiro descarregou sua irritação nos jogadores. "Vamos treinar nessa p...? Não tá todo mundo f...?", esbravejou.

Marcos cobrou principalmente Diego Souza, alertando o meia de que existia um rival livre em suas costas. O jogador não deu bola para o goleiro, e o time levou o segundo gol. Então, Marcos decidiu abandonar o treinamento. "Não vou treinar mais", afirmou ao deixar o gramado.

O médico do Palmeiras, Otávio Vilhena, alegou que o goleiro deixou a atividade por sofrer com dores na virilha. O meia Cleiton Xavier, que deu entrevista coletiva nesta segunda, também preferiu não criar polêmica.

Com apenas 22 pontos, o Palmeiras está praticamente fora da briga por uma vaga nas semifinais do Paulistão, após perder por 2 a 0 para a Ponte Preta, em pleno Palestra Itália, no último sábado. Nesta quarta-feira, o clube pega o Rio Branco, em Araraquara.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.