Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Marcos Vinicius festeja gols pelo Botafogo, mas lamenta ausência em semi

Atacante não pode atuar na Copa do Brasil

Estadão Conteúdo

31 de julho de 2017 | 20h02

Naquele que foi apenas o seu terceiro jogo como titular do Botafogo, o meia Marcos Vinicius marcou os seus primeiros gols pelo time no último sábado, quando balançou as redes por duas vezes na partida contra o São Paulo, no Engenhão. Nesta segunda-feira, em entrevista coletiva, ele festejou as bolas na rede, mas lamentou o fato de que a equipe sofreu uma incrível virada por 4 a 3 após estar vencendo por 3 a 1 até os 39 minutos do segundo tempo no confronto válido pela 17ª rodada do Brasileirão.

"Fiquei muito feliz com os dois gols, estávamos ganhando a partida. Meus primeiros gols pelo Botafogo. Fiquei feliz, mas triste com o resultado. A gente conseguiu sair na frente e conseguimos uma vantagem boa, mas infelizmente não conseguimos a vitória", ressaltou o atleta.

Marcos Vinicius chegou ao Botafogo no final de junho, quando foi envolvido em uma troca que levou o atacante Sassá para o Cruzeiro. E o jogador desde então vem sendo elogiado como o técnico Jair Ventura, que começou a dar uma sequência ao reforço na equipe botafoguense. O meio-campista, porém, não poderá estar presente nas semifinais da Copa do Brasil contra o Flamengo, pois chegou ao clube após o fim do prazo de inscrições para a competição.

"É ruim ficar fora. Fiquei pensando: 'Por que não cheguei antes para ser inscrito?'. Mas o grupo é forte, vai brigar pelo título da Copa do Brasil. Está forte na Libertadores. O grupo está preparado", destacou Marcos Vinicius ao também lamentar a sua ausência da reta final do torneio nacional.

O jogador, porém, poderá ajudar a equipe em uma série de outros desafios que o Botafogo tem pela frente, como a continuidade do Brasileirão, no qual o time alvinegro enfrenta o Palmeiras nesta quarta-feira, às 21h45, no Engenhão, e no domingo encara o Cruzeiro, às 16 horas, no Mineirão. O clube também se envolvido neste momento nas oitavas de final da Copa Libertadores, na qual enfrenta o Nacional, do Uruguai, no próximo dia 10, no Rio, pela partida de volta das oitavas de final.

"Vai começar uma série de decisões. Mês de bastante jogos. Não temos o que fazer. É jogar e descansar. Talvez segurar um pouco nos treinos, fazer trabalhos regenerativos. Se Deus quiser vai dar tudo certo para o Botafogo", afirmou Marcos Vinicius.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoBotafogoBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.