Marcos volta a treinar com bola e prevê Palmeiras forte

Goleiro mostra motivação extra para mais uma temporada no clube, que neste ano volta à Copa Libertadores

Agencia Estado

16 de janeiro de 2009 | 20h40

O goleiro Marcos participou pela primeira vez nesta sexta-feira dos treinos com bola do Palmeiras em Atibaia. Desde o dia 6, o capitão seguia um programa especial de fortalecimento muscular. No retorno, o jogador mostrou motivação extra para mais uma temporada no clube, que neste ano volta à Copa Libertadores após três anos de ausência.Veja também:Coritiba tira ação, e atacante Keirrison é do PalmeirasConfira as novidades do mercado do futebol Paulistão 2009 - Tabela Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão"Estou feliz e motivado. No ano passado, ainda existia uma desconfiança se eu iria dar certo ou não. Agora, apareceram umas dores no joelho esquerdo, mas isso é normal. O mais importante é que eu estou me sentindo bem e com um enorme objetivo na carreira, que é fazer uma excelente Copa Libertadores. Disputar uma competição como essa é algo que motiva qualquer jogador, e comigo, mesmo aos 35 anos, não é diferente", afirmou o goleiro, grande destaque do clube no título da competição continental, em 1999. Marcos reconheceu que há uma certa desconfiança de torcida e imprensa sobre a equipe, mas prevê um time forte, a começar pela disputa do Paulista. "Eu vejo muita gente falando do nosso time, até com desconfiança. Mas trouxemos bons reforços, talvez outros vão chegar, e com a competência do Vanderlei [Luxemburgo], tenho certeza que vamos disputar as competições para brigar, e não somente disputar."De acordo com o preparador físico Antonio Mello, a programação especial que o goleiro Marcos realiza nessa pré-temporada é parecida com a adotado no início de 2008."Essa programação que foi feita para o Marcos deu certo no ano passado. O objetivo é deixá-lo totalmente preparado para suportar a maratona de jogos, em especial as viagens que iremos fazer caso a equipe avance na Copa Libertadores", explicou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasMarcos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.