Marius Becker/Reuters
Marius Becker/Reuters

Marcus Thuram se desculpa após cuspir em rival e é multado pelo Monchengladbach

Atacante francês acabou sendo expulso após agressão contra adversário do Hoffenheim

Redação, Estadão Conteúdo

20 de dezembro de 2020 | 12h08

Marcus Thuram se retratou após cuspir no rosto do zagueiro austríaco Stefan Posch durante o duelo entre Borussia Monchengladbach e Hoffenheim, que terminou com vitória dos visitantes por 2 a 1. Na ocasião, o atacante francês foi expulso depois de o árbitro ver o lance no monitor do VAR. Ele foi às redes sociais se desculpar pelo ato, que o rendeu multa equivalente a um mês de salário.

"Aconteceu algo que não faz parte do meu caráter e nunca deve acontecer. Reagi a um adversário de forma errada e algo aconteceu de forma acidental, não intencional", escreveu Thuram, de 23 anos, no Twitter, depois da partida.

"Peço desculpa a todos, ao Stefan Posch, aos meus adversários, aos meus colegas de equipe, à minha família e a todos os que viram a minha reação. E claro, aceito todas as consequências do meu gesto", completou o filho do ex-jogador Lilian Thuram, campeão mundial com a França em 1998.

Neste domingo, o Monchengladbach informou que o jovem atacante será punido com multa equivalente a um mês de seu salário. O salário anual de Thuram é estimado em 1,8 milhão de euros (R$ 11,2 milhões). Com isso, a sanção seria de aproximadamente 150 mil euros (R$ 940 mil).

"Falei longamente com o Marcus esta manhã e ele voltou a pedir desculpas por seu comportamento. Como um clube, vamos impor um multa equivalente a um mês de salário e o dinheiro será usado para fins sociais", explicou o CEO do clube alemão, Max Eberl.

Eberl disse ainda que considera que Thuram não cuspiu deliberadamente no adversário, e entende que foi um acidente no meio de uma discussão entre o francês e Posch. Antes, a maior multa imposta pelo Gladbach a um jogador havia sido 50 mil euros para o argentino Raúl Bobadilla, que xingou o árbitro em uma partida em 2010.

Thuram deve receber uma punição pesada da Liga de Futebol da Alemanha (DFL, na sigla em alemão). A tendência é de seja suspenso por, no mínimo, cinco partidas no Campeonato Alemão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.