Roberto Pfeil/AP
Roberto Pfeil/AP

Marfinense que disputou a Copa de 2010 é encontrado morto em rio na Alemanha

Steve Gohouri, de 34 anos, foi encontrado às margens do Rio Reno

Estadão Conteúdo

02 de janeiro de 2016 | 15h26

O jogador Steve Gohouri, de 34 anos, que disputou a Copa do Mundo de 2010 pela seleção da Costa do Marfim, foi encontrado morto neste sábado, às margens do Rio Reno, na Alemanha. O defensor, que fez carreira no Borussia Mönchengladbach, estava defendendo o Steinbach, da quarta divisão alemã.

Gohouri teria avisado ao clube que passaria o Natal com a família em Paris, mas nunca chegou à França, tendo desaparecido por volta do dia 15 de dezembro. Desde então a polícia procurava pelo jogador, encontrando seu corpo nos arredores de Düsseldorf, no oeste da Alemanha. Ainda não há informações sobre os motivos da morte.

O marfinense defendeu clubes suíços (Yverdon, Young Boys e Vaduz) antes de chegar em 2007 ao Mönchengladbach. No clube alvinegro, jogou por quatro temporadas, inclusive quando o Borussia estava na segunda divisão. Ele, depois, atuou por três anos no Wigan, da Inglaterra. Saiu de lá em 2012 e rodou por times menores. Nas redes sociais, o Wigan e o Mönchengladbach lamentaram a morte.

Gohouri defendeu a Costa do Marfim em poucas partidas, mas esteve presente em campanhas importantes, como da Copa das Nações Africanas de 2008 e da Copa do Mundo de 2010. Na África do Sul, entretanto, não saiu do banco de reservas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSteve Gohouri

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.