Marília 2005 não terá "medalhões"

A eliminação na fase semifinal da Série B do Campeonato Brasileiro fez com que os dirigentes do Marília antecipassem os preparativos para a temporada 2005, mesmo faltando ainda duas partidas para fazer este ano, contra Náutico e Bahia. A principal preocupação da American Sports, empresa que gerencia o futebol do clube, é acertar nas contratações. Para isso, ?medalhões? (jogadores que atuaram por grandes clubes e acumulam grande experiência) não fazem parte dos planos, ao contrário dos jovens, que ganharam força. ?Vamos esperar e agir com calma. Queremos contratar os atletas certos. Tivemos aspectos positivos neste Brasileiro da Série B e temos que aproveitá-los. Com os negativos vamos aprender?, destaca o presidente José Roberto Duarte de Mayo.Durante a campanha, o time contou com nomes como Leandro Ávila, Sorato, Maurílio, Fernando Fumagalli e Cássio. Entre dispensas e rescisões, apenas Maurílio ainda permanece no clube. Por outro lado, jovens como o lateral Bruno, pretendido por vários times da Série A, Juninho e Dickson estão em alta. Este deve ser o perfil dos contratados para próxima temporada, como o zagueiro César e o volante Bruno, já anunciados.O presidente da American Sports, Luizinho ?Cai-Cai? adiantou que o clube está em negociação com vários nomes. Ele, no entanto, prefere não revelar mais nenhum, já que vários ainda estão em atividade e o processo poderia ser atrapalhado.A diretoria ainda não anunciou a lista de dispensas, já que, mesmo o Marília tendo sido eliminado tão cedo do quadrangular semifinal do Brasileiro da Série B ainda restam duas rodadas para o término da competição. O futuro do técnico Luís Carlos Martins também está indefinido. O que deve ser levado em conta é a campanha feita por ele na primeira fase, assumindo o time na 19ª colocação e obtendo a classificação entre os oito primeiros. A decisão deverá ser anunciada após o jogo contra o Bahia, no próximo dia 30.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.