Marília começa seu "vestibular"

Eliminado desde a última rodada desta fase semifinal do Campeonato Brasileiro da Série B, o Marília irá utilizar os dois jogos restantes na competição, em que apenas cumprirá tabela, para dar chance aos jovens. Apesar de entrar bastante modificado, o time promete ir com tudo para cima do Náutico, neste sábado, a partir das 16 horas, no estádio Bento de Abreu, em Marília (SP). O Marília só conquistou um ponto nesta fase, justamente contra o Náutico, no Estádio dos Aflitos, e ocupa a última colocação no Grupo B. E o Náutico, com quatro pontos, precisa desesperadamente da vitória. Caso contrário, também dá adeus às chances de acesso. Bahia e Avaí lideram com nove pontos cada. Sem opções, todos demonstram a intenção de terminar a competição com dignidade. "A diretoria deu o respaldo de que nada muda até o final da competição. Nada mais justo do que cumprirmos nosso contrato com dois belos jogos e encerrarmos a competiçã o de cabeça erguida. Vamos ser a pedra no sapato dos adversários", disse o técnico Luiz Carlos Martins. Para o lugar do lateral Bruno, suspenso, Martins já adiantou a escalação de Jorginho. O atacante Ricardinho, conhecido na cidade como "Rei do Drible", também recuperou sua posição de titular. Ele joga no lugar de Nei Bala, que vai para o banco de reservas. O jovem atacante teve seu auge na Série B do ano passado. Depois de uma passagem frustrada pelo Atlético-PR e uma lesão grave, já no Marília, reaparece como titular. Mas a maior surpresa nos treinamentos foi a escolha de Martins por dois jogadores que foram seus comandados no Mirassol, no Campeonato Paulista da Série A-3 deste ano. Na ala-esquerda, Adílson Rodrigues ganhou mais uma vez a vaga de Dickson entre os titulares. Já no meio de campo, Fabiano Souza fica no banco de reservas e cede sua vaga para Xuxa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.