Marília dispensa técnico e mais 9 jogadores

Com o fim do Campeonato Brasileiro da Série B, a diretoria do Marília iniciou a reformulação do elenco visando o Paulistão de 2004. Após reunião, os dirigentes anunciaram nesta terça-feira, que Luiz Carlos Ferreira não é mais o treinador do time. Segundo o presidente José Roberto Mayo, o alto salário pedido pelo treinador - que ganhava cerca de R$ 70 mil por mês - inviabilizou a renovação. "É uma pena não podermos acertar, mas ele sempre terá portas abertas aqui", garantiu.Mayo afirmou que pretende avaliar o mercado para negociar com um novo treinador. Ele preferiu não citar nomes, mas existem especulações em torno de Ruy Scarpino (Ituano),Luis Carlos Martins (atual técnico do Santo André), Zetti (ex-Paulista), Wanderlei Paiva (ex-Anapolina) e Heron Ferreira (assistente técnico de Wanderley Luxemburgo no Cruzeiro). "A qualquer momento podemos anunciar um novo técnico", disse o dirigente.Além de Ferreira, nove jogadores que disputaram a Série B foram liberados: o goleiro Pedro Paulo; os laterais Claudemir, Rogério Souza, Galego e Bill; os meias Juca e Bechara; os atacantes Romualdo e Camanducaia. Outro que pode deixar o time nos próximos dias é o volante Zé Luiz, destaque da equipe na Série B. De acordo com a diretoria, Corinthians, Flamengo, Atlético-MG e São Caetano têm interesse na contratação do atleta. "Vamos conversar com o Corinthians e saber a proposta deles. Não iremos fazer leilão. Se for bom para o Marília e para o Zé Luiz a negociação irá acontecer", informou.O elenco do time paulista voltará aos os treinamentos no próximo dia 15 visando o Paulistão. Os jogadores trabalham até o dia 20, quando serão liberados para o Natal. A volta está marcada para o dia 26. Dia 30, o grupo novamente será liberado desta vez para a passagem de ano. A reapresentação definitiva acontece no dia 03 de janeiro de 2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.