Marília evita mexer agora no elenco

Depois da eliminação precoce, o Marília quer, ao menos, terminar a Série B do Brasileiro de cabeça erguida. Por este motivo, o presidente do clube, José Roberto Duarte de Mayo, já adiantou que nenhuma mudança acontecerá até o dia 30 de outubro, dia da última rodada do campeonato. Lista de dispensas ou novas contratações só serão divulgadas em novembro."Por uma questão de ética, a diretoria do Marília não vai adiantar nenhuma solução, no sentido de dispensas ou de reforços. Vamos respeitar o atual elenco, que participa de uma disputa importante. Somente depois desses dois jogos é que iremos começar a divulgar tais mudanças", garantiu o presidente do clube.Quem ainda tem seu futuro incerto é o técnico Luís Carlos Martins. Ele também permanece no Marília até o final do mês, mas ainda não foi confirmado no cargo para 2005.Apesar da eliminação, Luís Carlos Martins tem muito prestígio no clube. O fator mais levado em consideração é que assumiu o time na 19ª colocação e conseguiu a classificação para a próxima fase, na sexta posição.Enquanto a diretoria trabalha no planejamento para o próximo ano, o time continua concentrado nos treinamentos. Para o jogo de sábado, contra o Náutico, em Recife, Luís Carlos Martins não poderá contar com o lateral-direito Bruno e com o atacante Anderson Lobão.O Marília é o último colocado do grupo B, com apenas 1 ponto conquistado, no empate sem gols com o Náutico, no Recife. Bahia e Avaí lideram com 9 pontos, enquanto o Náutico, com 4 pontos, é o terceiro colocado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.