Marília joga favoritismo para o Botafogo

O Botafogo-RJ é o grande favorito no jogo contra o Marília, terça-feira, pela segunda rodada da segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série B. Esta é a opinião do técnico Luiz Carlos Ferreira, que ficou impressionado com o ritmo forte de jogo mostrado pelo time carioca na vitória por 4 a 2 sobre o Náutico, sábado à noite, no Recife. O jogo entre ambos, confirmado para o Estádio Caio Martins, em Niterói, vai valer a liderança isolada do Grupo C, onde os dois somam três pontos, enquanto Remo e Náutico não tem nenhum. Ferreira não abre o jogo, mas pode ser mais cauteloso, reforçando o meio campo. Com seu modo espalhafatoso de explicar as coisas, o técnico prefere mesmo elogiar o adversário. "É um time perigoso, bem armado e dirigido pelo Levir Culpi. Sem contar que tem tradição. Botafogo é sempre Botafogo não importa a divisão que esteja." Após a boa vitória por 2 a 0 sobre o Remo, sexta-feira em Marília, os jogadores folgaram sábado e voltaram aos treinos domingo pela manhã. À tarde a delegação já seguiu para o Rio de Janeiro, com escala em São Paulo. "Vamos ficar mais dois dias concentrados o que é importante para reforçar o lado psicológico do grupo", comentou Ferreira. A diretoria voltou a refutar as acusações do Remo sobre as condições desfavoráveis em Marília. "O banco de reservas foi interditado pela Prefeitura, a falta de água nos vestiários foi um acidente e sobre a fumaça nos vestiários eles tiveram a liberdade de fazer o aquecimento no gramado", justificou o presidente Beto Mayo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.