Marília promete atacar o Náutico

Para chegar ao quadrangular final do Campeonato Brasileiro da Série B, o Marília, com seis pontos, precisa vencer o líder e já classificado Náutico por quatro gols de diferença, além de torcer por uma vitória do lanterna Guarani sobre a Portuguesa, com nove pontos, ambos no sábado à tarde. Pela simples necessidade, o técnico Wladimir Araújo já avisou que pretende armar um time bastante ofensivo. O treinador, porém, não quis antecipar o substituto do volante João Marcos, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Jéferson seria o substituto natural na marcação, mas o meia Elvis e o atacante Róbson parecem ser as opções mais prováveis. Outra mudança deve acontecer na defesa, com a volta de Gian, após cumprir suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo, em lugar de Beto. Tudo deve ser definido após o coletivo marcado para esta quinta-feira à tarde.

Agencia Estado,

12 de outubro de 2005 | 16h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.