Marília vence a Lusa e sobe para 3.º

O Marília venceu a Portuguesa por 1 a 0, com gol de Elvis cobrando falta, e chegou a 22 pontos e ao terceiro lugar da Série B do Brasileiro. A Portuguesa manteve o segundo lugar, com 23 pontos, mas pode ser superada pelo Santo André, que recebe o Náutico no domingo.Ao entrar em campo, o goleiro Gléguer, da Portuguesa, foi enfático: Marília e Portuguesa seria um dos melhores jogos do campeonato. O que se viu, entretanto, foi o domínio do Marília, sempre atuando pelos lados do campo, com Ricardinho e Wellington Amorim.A Portuguesa tentava reagir com Wilton Goiano na direita e Oliveira na esquerda, mas os cruzamentos de Ricardinho eram mais perigosos. Sílvio Criciúma e Du Lopes tinham dificuldades em rebater. A Portuguesa teve um bom cruzamento de Oliveira, que ninguém aproveitou, aos 17 minutos, e um chute de Leandro Amaral, fraco, aos 24 minutos.Rai fez falta em Ricardinho aos 29 minutos e Luisinho Netto cobrou por cima. Aos 31, Elvis, desde a esquerda, fez um bom cruzamento. Welligton Amorim cabeceou para fora. Dois minutos depois, Téio salvou o Marília, antecipando-se e impedindo a cabeçada de Leandro Amaral após cobrança de escanteio.O último lance de perigo foi a favor do Marília, aos 44 minutos A falta de Rai em João Marcos, cobrada por Elvis, foi para fora. Rai levou o terceiro amarelo e está fora do jogo do dia 19, contra o Vila Nova, no Canindé.O segundo tempo começou como acabou o primeiro: o Marília atacando e a Portuguesa tentando segurar o resultado. Logo a um minuto, Luisinho Netto cobrou falta de Du Lopes em Elvis e Gléguer salvou, no ângulo esquerdo. Aos cinco, Luisinho Netto chutou cruzado e Gléguer defendeu de novo.Giba tentou sair do sufoco colocando Xuxa e Mendes. Não deu tempo. No instante em que eles entraram, Elvis cobrou muito bem a falta de Almir em Luisinho Netto e colocou o Marília na frente.A Portuguesa passou a ter uma postura mais ofensiva a partir da entrada de Mendes, um jogador mais fixo na área. O time teve uma chance aos 41 minutos, mas o goleiro Guto salvou na cabeça de Mendes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.