Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Marin confirma que Brasil enfrentará África do Sul e China em amistosos

Presidente da CBF fez visita ao CFA, em Cotia, e divulgou datas dos jogos da seleção: 7 e 11 de setembro

FERNANDO FARO, Agência Estado

22 de junho de 2012 | 11h56

COTIA - O presidente da CBF, José Maria Marin, e o diretor de seleções, Andrés Sanchez, estiveram nesta manhã de sexta-feira, 22, no Centro de Formação de Atletas de Cotia (CFA), destinado às categorias de base do São Paulo, e conheceram as instalações do local. Durante a visita, o dirigente máximo da entidade que comanda o futebol nacional confirmou que a seleção brasileira fará amistosos contra África do Sul e China, nos dias 7 e 11 de setembro, respectivamente, e que o CT são-paulino será usado como local de preparação da equipe de Mano Menezes para estes dois confrontos.

Durante mais de duas horas, os dirigentes percorreram as dependências do CFA e conheceram os campos de treinamento, o Reffis e o hotel recém-construído. Eles foram acompanhados pelo presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, e pelo vice de futebol do clube, João Paulo de Jesus Lopes, que deram detalhes da obra. Foi a primeira visita de Marin e Andrés ao local e a dupla ficou impressionada com o que viu.

A visita foi mais um ato na constante aproximação entre CBF e São Paulo desde que Ricardo Teixeira deixou a presidência da entidade. São-paulino fervoroso e amigo próximo de Juvenal, Marin tirou o mandatário do isolamento. A coletiva após a visita foi marcada pela troca de elogios mútuos, inclusive entre o são-paulino e o ex-presidente do Corinthians.

"Hoje (sexta-feira) é um dia inesquecível para mim, estamos reunindo aqui as grandes forças do futebol paulista e brasileiro. Atendendo a um pedido meu, meu diretor de seleções, parceiro e amigo, Andrés Sanchez, demonstrando sua liderança em nível nacional e atendeu nosso pedido e veio visitar as instalações em Cotia visando unicamente ao bem do futebol brasileiro. O Andrés, nos poucos momentos que temos convivido, posso resumir numa simples frase: é uma figura extraordinariamente humana que desfruta junto a mim do maior respeito e consideração, é de minha total confiança como amigo e diretor de seleções", afirmou o homem forte da CBF.

Após ser elogiado por Marin, Andrés logo em seguida emendou: "Me sinto honrado de estar aqui, jamais deixaria de visitar. Sabemos da capacidade do presidente Juvenal e seus diretores, mas quero deixar claro que não viemos vistoriar nada, porque a seleção brasileira ficaria aqui cegamente. Viemos apenas para conhecer, não para vistoriar", emendou.

A delegação brasileira se apresentará no CFA no dia 2 de setembro e treinará até o dia 7, quando encara a África do Sul, no Morumbi. Depois, volta ao local de preparação e treina para o amistoso contra a China, que será disputado em local ainda a ser definido. Inicialmente, o Brasil jogaria no dia 7 de setembro contra o Chile, no Morumbi, mas os chilenos desistiram de disputar este amistoso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.