Paulo Liebert/Estadão
Paulo Liebert/Estadão

Marin garante que continuará no comando da CBF até 2015

A eleição para a escolha do seu sucessor se dará um ano antes, em abril de 2014

SÍLVIO BARSETTI, Agência Estado

16 de abril de 2013 | 16h25

RIO - Durante assembleia geral realizada nesta terça-feira na sede da CBF, no Rio, o presidente da entidade, José Maria Marin, garantiu que vai prosseguir no cargo até o final do seu mandato, em abril de 2015. A eleição para a escolha do seu sucessor se dará um ano antes, em abril de 2014.

Marin foi enfático no encontro com 27 dirigentes de federações estaduais ao dizer que não vai ceder a nenhuma pressão para se afastar da presidência da CBF. Concluiu, entretanto, que não será candidato à reeleição.

Essas informações foram confirmadas à imprensa por vários presidentes de federações que participaram da assembleia realizada nesta terça, quando o balanço das contas da entidade no exercício de 2012 também foi aprovado por unanimidade pelos dirigentes.

Marin vem tendo a sua continuidade à frente da CBF colocada em xeque nos últimos meses, pois tem sido alvo de constantes denúncias, incluindo a de superfaturamento na compra do prédio que abrigará a nova sede da entidade. Os argumentos apresentados pelo mandatário para rebater as denúncias, porém, foram aceitos pelos dirigentes que estiveram na sede da entidade nesta terça.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCBFJosé Maria MarinCopa 2014

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.