Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Marin já elogia lista de Mano e reitera apoio ao técnico

O presidente da CBF, José Maria Marin, afirmou nesta quinta-feira que já aprovou a lista de convocados da seleção brasileira que Mano Menezes anunciará nesta tarde, no Rio, visando os amistosos contra a África do Sul, no Morumbi, e China, no Estádio Arruda, em Recife, respectivamente nos próximos dias 7 e 10 de setembro. O dirigente revelou que gostou dos nomes escolhidos pelo comandante, embora não tenha adiantado nenhum deles, durante visita às obras da Arena Palestra, estádio palmeirense que será um dos Campos Oficiais de Treinamento (COT) da cidade de São Paulo durante a Copa do Mundo de 2014.

PAULO GALDIERI, Agência Estado

23 de agosto de 2012 | 13h38

"Vi a lista, gostei e o Mano está no caminho certo, cumprindo as suas etapas na seleção brasileira", afirmou Marin, que na última terça-feira já havia manifestado publicamente o seu apoio ao trabalho do contestado treinador. Na ocasião, disse que "não há nenhuma razão para cogitar uma mudança no momento" no comando da seleção.

Após a derrota por 2 a 1 para o México na final do futebol masculino da Olimpíada de Londres, Mano viu a pressão sobre ele aumentarem novamente. Entre os críticos mais ferozes do técnico está o ex-jogador Romário, campeão mundial com a seleção brasileira em 1994 e que hoje é deputado federal pelo PSB-RJ. O ex-atacante chegou até a lançar campanha no Twitter pela troca do comando do time nacional e usou as redes sociais para chamar o treinador de "imbecil" e "idiota", mas Marin se negou a comentar, nesta quinta, as atitudes e declarações do ex-atleta.

"Cada um tem o direito de se expressar como quiser. Não me meto nisso, não acho que isso atrapalha a imagem da seleção, é um problema individual de cada um", destacou o presidente da CBF. Durante a final da última Olimpíada, na qual Romário trabalhou como comentarista da TV Record, o ex-atacante afirmou, entre outras coisas, que Mano é "fraco, não sabe mexer e não sabe convocar" como treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.