Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Marin movimenta dia da seleção brasileira e ganha até presente

Dirigente almoçou com os jogadores e foi presenteado pelo zagueiro Thiago Silva

Leandro Silveira, Agência Estado

30 de maio de 2014 | 20h20

TERESÓPOLIS - O presidente da CBF, José Maria Marin, movimentou a sexta-feira da seleção brasileira na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), onde a equipe se prepara para a disputa da Copa do Mundo. Após chegar de helicóptero na região serrana do Rio, acompanhado de Marco Polo del Nero, seu vice e próximo presidente da entidade, o dirigente almoçou com os jogadores convocados pelo técnico Luiz Felipe Scolari e até foi presenteado por Thiago Silva.

O zagueiro e capitão da seleção brasileira entregou a Marin um aparelho de telefone celular de um dos seus patrocinadores. Além disso, de acordo com a assessoria de imprensa da CBF, Thiago Silva fez um discurso em que agradeceu ao dirigente pela estrutura disponibilizada na Granja Comary, que recentemente passou por uma reforma.

A presença de Marin também afetou a programação da seleção brasileira. As entrevistas coletivas diárias, dessa vez concedidas pelo meia Willian e pelo zagueiro David Luiz, sofreram um atraso de aproximadamente 1 hora e 30 minutos. Além disso, o início do treinamento da tarde desta sexta-feira foi postergado em quase 1 hora.

A entrevista do zagueiro recém-contratado pelo Paris Saint-Germain também foi interrompida pela decolagem do helicóptero que transportou Marin. "Vamos esperar, é o presidente!", brincou David Luiz, após o barulho paralisar uma pergunta. "Tchau, presida!", completou.

O zagueiro da seleção brasileira também elogiou a estrutura da Granja Comary e adotou tom bem humorado ao comentar as constantes mudanças de temperatura no local. "A gente está no melhor lugar para se preparar. Temos as quatro estações em um dia só, com treinos na chuva e no sol", disse David Luiz.

Posteriormente, em nota publicada no site oficial da CBF, Marin exibiu otimismo para a Copa do Mundo e avaliou que tudo está sendo feito da melhor forma para levar a seleção ao título. "Estamos em um período de espera e vigília para o início da Copa do Mudo. A seleção brasileira faz antes da estreia do dia 12 de junho contra a Croácia dois amistosos preparatórios, contra Panamá e Sérvia. A trajetória para a disputa do hexacampeonato está traçada: toda a programação, item por item, do menor detalhe à exigência mais importante, está tudo previsto e discutido à exaustão", disse o presidente.

Ele também comentou a sua passagem pela Granja Comary. "Nesta sexta-feira, fiz questão visitar o centro de treinamento. Acompanhado do vice e futuro presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, e do secretário-geral Julio Cesar Avelleda, pude constatar in loco o que era já esperava encontrar. O ambiente da seleção brasileira, a vontade e a alegria de todos, nos dá muita esperança que a caminhada na Copa do Mundo seja levada a bom termo", afirmou Marin.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.