reprodução/ Youtube Athletico Paranaense
reprodução/ Youtube Athletico Paranaense

Mario Celso Petraglia é internado às vésperas da decisão da Copa do Brasil

Presidente do Conselho Deliberativo do Athletico Paranaense precisou passar por uma 'desobstrução de aderências' intestinais

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2019 | 09h31

O presidente do Conselho Deliberativo do Athletico Paranaense, Mario Celso Petraglia, de 75 anos, foi internado nesta terça-feira para fazer uma cirurgia não programada de 'desobstrução de aderências' intestinais, segundo informou o Hospital Nossa Senhora das Graças, de Curitiba.

Por conta do procedimento, o cartola não deve estar nas arquibancadas o Beira-Rio para acompanhar a decisão da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, entre Internacional x Athletico-PR. O time paranaense venceu a primeira partida por 1 a 0, na semana passada, e joga por empate na partida começa às 21h30 em Porto Alegre. Os gaúchos erguerão a taça caso vençam por dois ou mais gols de diferença. Vitória gaúcha por um gol levará a decisão para os pênaltis.

Homem forte na política do Athletico Paranaense desde 1995, Petraglia teve participação em vários títulos da equipe como: Campeonato Brasileiro (2001), a Série B nacional (1995), a Seletiva da Libertadores (1999) e nove títulos estaduais. Além das últimas duas conquistas da equipe, a Copa Sul-Americana (2018) e a Levain Cup (2019).

Segundo nota divulgada pelo hospital, o estado de saúde do dirigente é bom. Ele está lúcido, conversando e 'apresenta-se sem complicação clínico cirúrgica, mantendo todos os sinais vitais dentro da normalidade'.

NOTA

"O Hospital Nossa Senhora das Graças, por meio de sua Assessoria de Imprensa, informa que: O paciente, Mario Celso Petraglia, Presidente do Conselho Deliberativo do Athletico, internou no Hospital Nossa Senhora das Graças, na manhã de hoje (17/09/2019), e foi submetido a procedimento cirúrgico, que transcorreu sem qualquer intercorrência clínica. O pós-operatório apresenta-se sem complicação clínico cirúrgica, mantendo todos os sinais vitais dentro da normalidade. O paciente permanece em segmento clínico lúcido, comunicativo e mantêm-se em bom estado geral."

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.