Nelson Perez/Divulgação
Nelson Perez/Divulgação

Marlon espera se firmar no Fluminense em 2015 após aprendizado

Zagueiro prevê mais oportunidades na equipe principal na próxima temporada depois de se destacar no segundo semestre de 2014

Estadão Conteúdo

29 de dezembro de 2014 | 16h17

Formado nas divisões de base do Fluminense, o zagueiro Marlon teve um segundo semestre especial no clube, sendo titular em quase todas as partidas da reta final do Campeonato Brasileiro. O jogador acredita que 2014 foi um ano de evolução e muito aprendizado e espera dar sequência ao bom momento na próxima temporada, quando o time seguirá sendo dirigido por Cristóvão Borges.

"2015 vai ser bom, tenho certeza de que vamos nos esforçar muito para conseguir corresponder as expectativas dos torcedores. Graças a Deus consegui ter uma boa participação em 2014. Tive grandes companheiros e aprendi muito no convívio diário com eles. O Fluminense é um grande clube e acredito que continuará cada fez mais forte. Vou me dedicar para seguir evoluindo, vou escutar os mais experientes e aprender muito com o Cristóvão e toda a comissão técnica", disse. 

Após anos de seguidos investimentos pesados no Fluminense através da antiga parceira Unimed, o clube viverá uma temporada de poucos gastos, o que deve abrir espaços para as promessas das divisões de base do clube, formadas em Xerém. Marlon é um desses jogadores e garante estar pronto para corresponder em campo. 

"Este pode ser o ano dos jogadores formados em Xerém. Trabalhamos muito para conseguir o nosso espaço e estamos sendo reconhecidos por isso. Atuar em time grande é sempre complicado, existe pressão, mas me sinto preparado para enfrentar qualquer tipo de desafio", afirmou o zagueiro, convocado para defender a seleção brasileira Sub-20 no Sul-Americano, em janeiro de 2015.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseMarlon

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.