Daniel Augusto Jr|Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr|Agência Corinthians

Marlone agradece torcedores: 'Vão achar que pago a torcida para gritar meu nome'

Após boas apresentações, Cristóvão Borges colocará meia como titular

Daniel Batista, Estadão Conteúdo

24 Agosto 2016 | 17h45

O meia Marlone deve ser a principal novidade do Corinthians para encarar a Ponte Preta, sábado, às 16h, no estádio Moisés Lucarelli, para a alegria da torcida corintiana, que todo jogo pede pela entrada do jogador. Enfim, o técnico Cristóvão Borges resolveu atender ao pedido popular e, pela primeira vez, o meia iniciará uma partida como titular sob o seu comando. A reação da torcida é surpreendente até para o atleta.

"Cara, eu não sei o motivo (de tanto apoio). Capaz de acharem que eu estou pagando para a torcida gritar o meu nome. Não sei de onde começou isso, se foi uma campanha, sei lá. É impactante, sem dúvida, e só tenho que agradecer por todas essas manifestações", disse o meia.

Marlone disse se sentir ainda mais orgulhoso pelo fato de não ter feito em campo algo que servisse como motivo para tantos elogios, na sua avaliação. "A torcida grita o nome de pessoas que fizeram história no clube e ganharam títulos, mas eu ainda não fiz nada. Estou chegando agora e quero fazer história, mas é algo surpreendente essa reação", completou, em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira, no CT Joaquim Grava.

Apesar de toda a alegria pelo apelo popular, Marlone mostra maturidade e sabe que todo esse apoio pode rapidamente se virar contra ele. "Torcedor que resultado e eu sei que se eu não jogar bem, vão me vaiar", ponderou.

A surpresa faz com Marlone se sinta ainda mais pressionado, já que precisará convencer o treinador a ser mantido na equipe e também ao torcedor, de que realmente merece o voto de confiança. O meia aproveitou para agradecer ao treinador pelo voto de confiança. "Fico feliz pelo reconhecimento. Respeito o professor Cristóvão. Ele tem visão e sabedoria para saber quem está melhor naquele momento para escalar. Eu coloquei na cabeça que tinha que ir bem quando tivesse minha oportunidade, pois me comportava assim nos treinamentos."

Em relação ao treinamento nesta quinta-feira, os titulares ficaram na parte interna do CT, enquanto os reservas da partida contra o Vitória, fizeram uma rápida atividade onde a equipe foi dividida em três times. Marlone participou da atividade. O elenco corintiano volta aos treinos nesta quinta-feira, quando o técnico Cristóvão Borges deve definir o time para sábado. Na sexta, o treino será pela manhã e, em seguida, eles viajam para Campinas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.