Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Bruno Cantini / Atlético
Bruno Cantini / Atlético

Marlone projeta 'fazer história' no Atlético-MG e se diz pronto para clássico

Atleta já teve seu nome publicado no BID e pode atuar contra o Cruzeiro

Estadao Conteudo

28 de março de 2017 | 13h26

Marlone foi oficialmente apresentado nesta terça-feira pela manhã como novo reforço do Atlético-MG para a temporada. O jogador de 24 anos chegou por empréstimo até dezembro em uma troca com o Corinthians, que levou o atacante Clyaton também até o fim da temporada para São Paulo. E antes mesmo de estrear, o meia já projetou "fazer história" com a camisa do time mineiro.

"Estou muito feliz aqui. Quando soube do interesse do Roger, fiquei feliz e espero fazer história aqui no clube. Vim para ajudar os companheiros, já joguei com alguns aqui e venho com esse pensamento, de buscar títulos para marcar o nome na história do clube", declarou.

Marlone foi um dos pedidos do técnico Roger Machado quando chegou ao clube, no fim do ano passado. O meia viveu altos e baixos no Corinthians, tendo ficado no banco na maior parte dos jogos neste início de temporada. Mas no Atlético-MG, acredita que finalmente mostrará todo o potencial que se esperava dele quando despontou no Vasco. Com um ótimo elenco ao seu lado, o jogador sonha com títulos importantes.

"O Atlético-MG é um time bem qualificado e que tem um elenco de dar inveja, um dos melhores do Brasil, se não for o melhor. Então, a visão que tenho é que temos muitos jogadores experientes, consagrados, enfim, é um elenco muito qualificado que pode brigar por muitas coisas grandes esse ano", avaliou.

Como vinha treinando normalmente no Corinthians, Marlone já se colocou à disposição para estrear pelo Atlético-MG logo no clássico deste sábado diante do Cruzeiro, no Mineirão, pelo Campeonato Mineiro. O jogador já teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e está liberado para atuar.

"Sou atleta profissional, já passei por alguns clubes e sei o que é um clássico. Vou encarar como uma final, como um jogo realmente decisivo. Que bom que tenho a chance de estrear em uma clássico e estou trabalhando para, quem sabe, estrear com vitória ou até com gol. Seria muito importante para chegar já com o pé direito. Tenho certeza que vai ser um grande jogo a gente está se preparando para isso, para ir em busca de uma vitória", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.