Marques é a esperança de gol de Levir

O Atlético-MG precisa vencer o Juventude-MT nesta quarta-feira à noite, em Belo Horizonte - e por dois gols de diferença, se quiser evitar a disputa de pênaltis - para passar àpróxima fase da Copa do Brasil. O time do técnico Levir Culpi, que vem de vitória por 2 a 1 sobre outro Juventude, o de Caxias do Sul - domingo, no campo do adversário, pela Copa Sul-Minas -, perdeu o primeiro confronto para os matogrossenses por 2 a 1, de virada, em Cuiabá. Já o Juventude-MT, que há dois jogos é comandado pelo ex-técnico atleticano Nedo Xavier - ele dirigiu a equipe mineira na Copa João Havelange, em 2000 -, vem de derrota por 1 a 0 para o Goiás, também no fim de semana, pela Copa Centro-Oeste, e busca a reabilitação. Nedo pretende armar uma forte retranca em Belo Horizonte. O técnico do Alvinegro mineiro, ao contrário, quer o time ofensivo e disposto a garantir a classificação bem antes dos minutos finais. Para conseguir os gols necessários, desta vez o Atlético estará reforçado do atacante Marques, que não atuou no jogo de ida. Ele estava com a seleção brasileira, na Arábia Saudita, na primeira partida. Outra novidade da equipe será a presença do lateral-esquerdo Jeferson, que passou dez dias afastado por contusão e reassume o posto de titular para a saída de Michel. O meia Ramon, punido pelos dirigentes em 40% dos salários depois de desentendimentos com Levir Culpi, continua afastado do grupo principal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.