Márquez diz que foi azar; Lavolpe só pensa em Portugal

Logo após o empate sem gols contra Angola nesta sexta-feira, em Hannover, o zagueiro mexicano Rafa Márquez disse que faltou sorte para sua seleção. "O grupo jogou com tudo o que podia, mas a única coisa que faltou foi concluir as jogadas, três ou quatro jogadas que o goleiro defendeu", lamentou o defensor, companheiro do brasileiro Ronaldinho Gaúcho no Barcelona. "Falta mais uma partida. Tivemos várias oportunidades para concluir, mas faltou um pouco de sorte", completou o zagueiro. Na última rodada da primeira fase, a equipe do técnico Ricardo Lavolpe enfrenta Portugal, em Gelsenkirchen, na próxima quarta-feira.Aliás, Lavolpe não comentou muito sobre a partida desta sexta-feira, concentrou-se mais em seu próximo adversário, que joga no sábado contra o Irã, em Frankfurt. "Precisamos esperar para ver o que acontecerá nesse jogo", falou o treinador, visivelmente abatido com o empate com Angola. "Há possibilidade de que precisaremos buscar os três pontos contra Portugal, uma equipe muito forte, mas ainda não quero pensar nessa possibilidade", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.