Roslan Rahman/AFP
Roslan Rahman/AFP

Marquinhos admite má atuação do Brasil com a Nigéria: 'Caímos no jogo deles'

Pouco criativo, time de Tite saiu atrás ainda na primeira etapa, mas conseguiu o empate com Casemiro na segunda etapa

Dani Arruda, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

13 de outubro de 2019 | 11h40

O zagueiro Marquinhos reconheceu a atuação ruim do Brasil no empate por 1 a 1, com a Nigéria, neste domingo, em Cingapura, em amistoso internacional.

Com o resultado, o Brasil chega a quatro partidas sem vitórias, após o título da Copa América, conquistado em julho deste ano: empate com a Colômbia (2 a 2), Senegal (1 a 1) e Nigéria; e derrota para o Peru (1 a 0).

"O problema da ausência ofensiva parte do coletivo. Nesses dois amistosos (Senegal e Nigéria) enfrentamos seleções com um porte físico forte, que deixam poucos espaços e jogam com intensidade. Deveríamos circular mais o jogo, fazer a triangulação. Caímos no jogo deles", lamentou Marquinhos, em entrevista à TV Globo.

"Fizemos dois jogos de testes para ver as formações. É um período para se testar, mas precisamos o mais rápido possível encontrar o nosso padrão. Os times tinham dificuldade de entrar na nossa defesa. Estamos tendo um pouco de vulnerabilidade", completou.

Para o volante Casemiro, autor do gol brasileiro no amistoso, a seleção teve dois tempos distintos. O jogado reconheceu o primeiro tempo ruim, mas disse que o time melhorou na etapa final.

"Falando de resultado, claro que nunca é favorável, principalmente pela qualidade técnica do nosso time. Ainda mais se tratando de Brasil, queremos buscar a vitória. O resultado não é bom, mas dentro do que apresentamos hoje, na minha opinião, a atuação foi boa. O resultado não é bom, mas a segunda parte foi boa sim".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.