São Paulo FC
São Paulo FC

Marquinhos festeja 1º gol pelo São Paulo no Morumbi: 'Sabia que eu ia fazer'

Jovem de 18 anos marca no fim e garante vitória sobre o Santo André pelo Campeonato Paulista

Redação, Estadão Conteúdo

09 de fevereiro de 2022 | 21h45

Marquinhos foi a última opção de Rogério Ceni para tentar superar o Santo André, no Morumbi. Em uma noite em que nada dava certo no quarto jogo pelo Paulistão, o treinador já havia realizado quatro substituições quando resolveu chamar o garoto de 18 anos. Ele entrou aos 39 minutos e acabou anotando o gol da primeira vitória no ano. O herói revelou que previu balançar as redes.

Eleito o melhor do jogo mesmo atuando por somente 11 minutos, considerando os 5 de acréscimos anotados pelo árbitro, Marquinhos estava radiante após o apito final. Promovido aos profissionais em 2021, ele ainda não havia anotado no Morumbi. Por isso, a comemoração efusiva que rendeu cartão amarelo.

"Eu estava esperando tanto por esse momento. No aquecimento eu estava ligado nas ações do jogo. Quando o professor me chamou, sabia que ia fazer o gol", afirmou o atacante, revelando uma premonição do lado de fora do campo.

"Estou muito feliz, esse é meu primeiro gol nos profissionais, aqui no Morumbi, com essa torcida...", continuou. E explicou a comemoração exagerada. "Extravasei, estava precisando deste gol e sabia que no momento certo e na hora certa poderia ajudar o São Paulo. Agora é pensar na Ponte Preta, um desafio grande no domingo."

Apesar do resultado positivo, o São Paulo ainda está fora da zona de classificação às quartas de final. Por isso Marquinhos reforça a necessidade de o time trazer um bom resultado contra a Ponte Preta, às 18h30, em Campinas. "Este 1 a 0 será a primeira vitória de muitas", garantiu o atacante.

A paz, ao menos, parece instalada no clube. Mesmo que momentânea. Depois de vaias ao longo de praticamente todo o segundo tempo, os torcedores são-paulinos mostraram apoio ao técnico Rogério Ceni, que teve o nome cantado em coro após a primeira vitória em 2022.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.