Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Marquinhos Gabriel acha que Corinthians ainda precisa evoluir coletivamente

Autor do gol da vitória alvinegra não se empolga com resultado

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

02 Fevereiro 2017 | 00h10

O Corinthians ganhou o amistoso diante da Ferroviária nesta quarta-feira, por 1 a 0, no estádio Itaquerão, em São Paulo, no último duelo antes da estreia no Campeonato Paulista, neste sábado, às 17 horas, contra o São Bento, em Sorocaba (SP). O único gol do duelo foi marcado pelo meia Marquinhos Gabriel, aos 49 minutos do segundo tempo.

"Individualmente foi importante esse gol, mas coletivamente a equipe precisa evoluir. Foi nosso primeiro jogo em casa na temporada e o torcedor estava um pouco impaciente", disse o herói da partida, que atuou apenas na etapa final - o técnico Fabio Carille utilizou o que deve ser o time titular no primeiro tempo.

O jogador entende que o grupo é forte e vai buscar a titularidade nos treinamentos. "Todo mundo está na briga e lutando por seu espaço na equipe. Infelizmente o professor tem de escolher apenas 11 jogadores para estar em campo", afirmou Marquinhos Gabriel, que deve ser reserva do time no início de temporada.

Ele entende que caiu de produção na reta final do Campeonato Brasileiro, mas espera dar a volta por cima e reconquistar seu espaço no clube. "Eu cheguei muito bem, estava confiante, jogando, mas durante o ano eu perdi um pouquinho isso. O rendimento mudou no ano passado, mas agora é ano novo e estou renovado", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.