Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Marquinhos Gabriel pede Cruzeiro mais confiante no domingo diante do São Paulo

Meia-atacante afirma que treinos ajudarão time a retomar o bom futebol dos primeiros meses do ano

Redação, Estadão Conteúdo

30 de maio de 2019 | 20h18

Marquinhos Gabriel afirmou, nesta quinta-feira, em entrevista coletiva, que o time do Cruzeiro precisa retomar a confiança para a disputa da partida de domingo, contra o São Paulo, às 16 horas, no Pacaembu, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Só desta forma, segundo o meia vai superar a má fase.

"Quando as coisas estão acontecendo bem, os resultados aparecem, escutamos coisas boas. Mas quando as coisas estão assim, às vezes a gente fica um pouco receoso até para dar um passe. Mas é no treinamento que a gente volta a ter essa confiança. Temos trabalhado muito forte para que essa confiança volte para o nosso lado", disse Marquinhos Gabriel.

Além dos problemas administrativos - a diretoria é investigada pela Polícia Civil mineira por diversas irregularidades -, o Cruzeiro sofre também com o desempenho ruim do time, que não repete no Brasileirão os bons resultados obtidos na conquista invicta do título mineiro deste ano. "Estamos buscando retomar nosso melhor momento, como no começo da temporada. Agora, as coisas não estão dando tão certo. A gente tem trabalhado muito forte para que essa fase volte."

O mau momento do São Paulo é outro obstáculo, segundo Marquinhos Gabriel, para o Cruzeiro. "A gente sabe que vai ser um jogo muito difícil. Do outro lado tem uma equipe que foi eliminada da Copa do Brasil, que também precisa se recuperar. Creio que vai ser um jogo bem fechado, truncado, mas a gente tem se preparado para fazer um belo jogo e trazer os três pontos para cá", destacou o camisa 20, que aprovou a semana inteira de trabalho.

"Foi importante. A gente reclama do calendário e precisa aproveitar quando tem uma semana para trabalhar e corrigir os erros", afirmou Marquinhos Gabriel, que conhece bem o São Paulo por ter atuado por Palmeiras, Santos e Corinthians.

Apesar da segunda melhor campanha na fase de grupos da Copa Libertadores, o Cruzeiro está mal no Brasileirão. Em seis jogos, o time do técnico Mano Menezes soma duas vitórias e quatro derrotas, em 16º lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.