Marquinhos Paraná espera encarar Palmeiras ofensivo

O Cruzeiro estreou mal no Campeonato Brasileiro, com derrota por 1 a 0 para o Figueirense, e espera se recuperar já na segunda rodada, diante do Palmeiras, neste domingo, em casa. Conhecida também por seu ataque poderoso, que marcou 67 gols no ano até o momento, a equipe mineira espera que o adversário jogue de forma aberta.

AE, Agência Estado

26 de maio de 2011 | 12h07

"Nossa equipe, quando joga contra outra que defende bem e fica só esperando para sair no contra-ataque, sente muito. A gente espera que, no jogo de domingo, a equipe do Palmeiras saia (ao ataque) também, a gente possa marcar bem, para quando estiver com a bola finalizar em gol", declarou o volante Marquinhos Paraná.

Para o jogador, foi justamente a postura defensiva do Figueirense que causou a derrota no primeiro jogo. Diante do Palmeiras, ele espera que o Cruzeiro tenha mais espaço, mas o técnico da equipe paulista, Luiz Felipe Scolari, já esboçou uma escalação com três volantes.

"No jogo passado, sem a bola, a equipe do Figueirense marcou muito bem e nossa equipe não conseguiu desenvolver o bom futebol que jogou contra o Atlético-MG (no segundo jogo da final do Campeonato Mineiro). Agora jogaremos diante de uma grande equipe, o Palmeiras, que com certeza vai querer sair para o jogo também. Vamos marcar, para quando tivermos a bola, criar as jogadas e fazer os gols", analisou Marquinhos Paraná.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.