Marquinhos questiona Martelotte após derrota do Santos

Questionado sobre o que tinha acontecido com o Santos no segundo tempo, quando a equipe sofreu virada histórica para o lanterna Prudente e perdeu por 3 a 2, o meia Marquinhos foi curto e grosso. "Pergunte ao treinador", demonstrando claramente que o interino Marcelo Martelotte não é unanimidade no grupo.

AE, Agência Estado

24 de outubro de 2010 | 21h54

Os demais jogadores, no entanto, preferiram um tom mais cauteloso. "São coisas que acontecem no futebol. Não está tudo errado. O ser humano erra. Não podemos crucificar ninguém", disse o goleiro Rafael.

Para o capitão Edu Dracena, a derrota foi anunciada. "A gente conversou no intervalo que não era para baixar a guarda. O que aconteceu não tem explicação, mas a situação ficou como estava, Foi a segunda rodada seguida que deixamos passar a oportunidade para chegar perto dos líderes". Os atacantes Neymar e Keirrison saíram calados, assim como a maioria do grupo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.