AFP Photo/ Miguel Medina
AFP Photo/ Miguel Medina

Marquinhos renova o seu contrato com Paris Saint-Germain até 2019

Em Paris desde 2013, zagueiro tem 63 jogos e seis gols anotados

Estadão Conteúdo

26 Março 2015 | 15h48

No Paris Saint-Germain há quase dois anos, Marquinhos não chega a ser titular absoluto, mas o clube demonstrou nesta quinta-feira apostar muito no futuro do brasileiro. Afinal, o clube francês anunciou a renovação do contrato com o zagueiro até 2019.

Marquinhos, de 20 anos, chegou ao Paris Saint-Germain em julho de 2013, vindo do futebol da Itália, onde defendia a Roma. Naquela oportunidade, ele assinou um contrato válido por cinco anos com o time francês. Agora, portanto, esse acordo foi prorrogado por mais uma temporada.

Pelo Paris Saint-Germain, Marquinhos já disputou 63 partidas, com seis gols marcados. Recentemente, ele chegou a despertar o interesse do Manchester United, mas acabou permanecendo no clube. E agora com a renovação do seu contrato, liga ainda mais o seu nome ao time dirigido por Laurent Blanc, o que foi festejado por ele.

"É ótimo, uma notícia muito boa. Isso mostra que estou fazendo um bom trabalho. Estou muito feliz que o clube esteja mostrando tanta confiança em mim. É uma nova etapa da minha vida", disse Marquinhos ao site oficial do Paris Saint-Germain.

O zagueiro, revelado pelo Corinthians, garante que não se vê tão cedo fora do clube francês. "O projeto aqui em Paris é magnífico, e a vida em Paris é maravilhosa. Estou muito feliz com tudo o que aconteceu na minha vida desde a minha chegada. O Paris Saint-Germain tem propiciado tanto para mim. Espero continua por um longo tempo", afirmou.

Marquinhos chegou a ser convocado para a seleção brasileira pelo técnico Dunga para os amistosos contra a França, nesta quinta-feira, e o Chile, no próximo domingo, mas precisou ser cortado por causa de uma lesão. O jogador, porém, prometeu que estará no Stade de France para acompanhar o duelo desta quinta e acredita que poderá voltar ao time no duelo com o Olympique de Marselha, em 5 de abril, pelo Campeonato Francês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.