Lucas Figueiredo/ CBF
Lucas Figueiredo/ CBF

Marquinhos vê boa preparação da seleção brasileira mesmo com o grupo incompleto

Brasil enfrenta Equador e Paraguai pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022

Redação, Estadão Conteúdo

30 de maio de 2021 | 18h46

O domingo foi de muito suor para a seleção brasileira. Na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), o grupo foi a campo cedo para um treino tático intenso. O exercício do dia trabalhou situações de ataque contra defesa, com foco em conceitos de pressão alta e saída de bola, com triangulações.

Depois da atividade, o zagueiro Marquinhos avaliou os primeiros dias de trabalho em mais um período com a seleção. "É uma preparação diferente, devido a todas as diferenças que nós estamos vivendo hoje em dia, com a questão da covid-19, alguns jogadores estão para chegar ainda. Estamos nos preparando da melhor forma possível e hoje foi um trabalho muito bom, que o professor Tite gosta de fazer, com triangulações", comentou em declarações dadas à CBF TV.

Titular nos quatro primeiros jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, que será no Catar, Marquinhos sabe as dificuldades que a competição impõe. Nas próximas rodadas, o Brasil enfrenta Equador e Paraguai, que ocupam o terceiro e o quarto lugar na tabela de classificação, respectivamente.

Ciente do desafio que espera pela seleção brasileira, o zagueiro destacou que todo jogo é decisivo nesta caminhada rumo à Copa do Mundo.

"A gente já começou os trabalhos no campo projetando esses jogos que a gente tem, que já fazem parte da nossa trajetória para a Copa do Mundo. São jogos decisivos porque são seleções que estão no topo da tabela, então cada ponto e vitória irão contar muito. Nós temos consciência disso e estamos nos preparando desde o primeiro dia em que chegamos aqui", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.