Marrocos será próxima sede do Mundial de Clubes

O Comitê Executivo da Federação Internacional de Futebol (Fifa) oficializou neste sábado a decisão de que o Marrocos será a sede do Mundial de Clubes nas duas próximas temporadas. A decisão já era esperada, uma vez que África do Sul, Irã e Emirados Árabes Unidos, que também desejavam receber a competição, retiraram suas candidaturas, abrindo caminho para os africanos.

AE, Agência Estado

17 de dezembro de 2011 | 10h50

Esta será a primeira vez que o Mundial de Clubes vai acontecer na África. A primeira edição do torneio foi no Brasil, depois ela foi para o Japão entre 2005 e 2008, passou pelos Emirados Árabes em 2009 e 2010 para, neste ano, voltar ao Japão.

"Em 2013 e 2014, organizaremos o Mundial de Clubes da Fifa no Marrocos, que apresentou excelentes condições técnicas e ótimos pontos de vista para receber o torneio", afirmou o presidente da Fifa, Joseph Blatter.

A ida do Mundial para o norte da África mantém o cronograma da Fifa, que almeja ampliar sua influência pelo mundo. O Marrocos não vive um bom momento no futebol e não disputa uma Copa do Mundo desde 1998, tendo participado de apenas quatro edições da Copa (também 1970, 1986 e 1994). A seleção local é apenas a 11.ª melhor do continente no ranking da Fifa.

Com a escolha, o Marrocos ganha uma vaga no Mundial. O último clube do país a ser campeão africano foi o Raja Casablanca, que venceu a Liga dos Campeões da África em 1999 e jogou o Mundial de Clubes do ano seguinte, no Brasil. Nesta temporada, o Wydad chegou até a final, perdendo para o Espérance (Tunísia) na final.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMundial de ClubesFifa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.