Marcelo Sadio/Vasco
Marcelo Sadio/Vasco

Martín Silva aprova ritmo de treinos no Vasco e despista sobre saída de Rodrigo

Uruguaio nega que tenha havido críticas no elenco ao treinador

O Estado de S.Paulo

27 de abril de 2017 | 19h58

O goleiro Martín Silva demonstrou confiança na preparação do Vasco para o Campeonato Brasileiro - estreia no dia 14 de maio, em São Paulo, contra o Palmeiras - e também defendeu a carga de treinamentos imposta pelo treinador Milton Mendes. O uruguaio negou que tenha havido críticas no elenco em relação aos métodos do treinador.

"No grupo, ninguém se manifestou sobre carga e quantidade de trabalho. Não é público no vestiário. Para mim, não é verdade. Pelo menos, não sei. O trabalho que estamos fazendo não é nada de incomum. Foram só dois integrais essa semana, nada demais. Precisamos de cada treino para melhorar", garantiu o goleiro vascaíno nesta quinta-feira.

Martín Silva afirmou que está confiante para a estreia no Brasileirão contra o atual campeão da competição e projetou uma boa campanha da equipe carioca - que retorna à primeira divisão do futebol nacional neste ano.

"A expectativa para o Brasileiro é muito boa, é um torneio mais bonito por essa competitividade. É uma motivação a mais. Claro que quando estamos representando um time como o Vasco, é uma responsabilidade e um orgulho grande também. Temos que estar à altura. Todos esperam que façamos um bom Brasileirão. Queremos brigar lá em cima, ter uma boa participação", projetou o goleiro.

O uruguaio também despistou sobre uma possível saída do zagueiro Rodrigo do Vasco. O jogador estaria fora dos planos da diretoria do time de São Januário, mas Martín Silva garantiu não ter conhecimento sobre o assunto.

"Fomos comunicados que o Rodrigo pediu uma licença de alguns dias para viajar. Mais nada. Tomara que não seja nada grave e ele consiga resolver. Dentro do vestiário, não sabemos de nada", afirmou Martín Silva.

Após avaliações físicas, o elenco do Vasco retornou ao trabalho em tempo integral nesta quinta-feira, em São Januário. O grupo de jogadores voltará aos treinamentos na sexta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.