Paulo Fernandes/Vasco/Divulgação
Paulo Fernandes/Vasco/Divulgação

Martín Silva exalta recuperação e vê Vasco unido pela Libertadores

Para retornar ao principal torneio do continente sul-americano depois de seis anos, time cruz-maltino precisa derrotar a Ponte Preta no Rio

Estadão Conteúdo

27 Novembro 2017 | 19h10

Um dos destaques do Vasco na temporada e bem cotado para participar da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, por seu país, o goleiro uruguaio Martín Silva mostrou muita confiança nesta segunda-feira em uma vaga do time na próxima edição da Copa Libertadores. A vitória sobre o Cruzeiro, no último domingo, em Belo Horizonte, deixou a equipe carioca mais perto dela e isso foi enaltecido pelo jogador.

+ Zé Ricardo elogia superação do Vasco em vitória sobre o Cruzeiro

"Estou contente pela atuação, mas o resultado era o mais importante e conseguimos. Precisávamos de uma vitória de qualquer forma. A atitude foi como a de todos os jogos. Encaramos essa partida como uma decisão. Tecnicamente não foi uma exibição tão bonita do Vasco, mas é importante lembrar que enfrentamos um time como o Cruzeiro, que tem uma grande qualidade dentro de casa. O grupo está de parabéns, todo mundo que está aqui conosco está de parabéns", afirmou o uruguaio, em declarações ao site oficial do Vasco.

Para atingir a meta traçada no início do Campeonato Brasileiro e retornar ao principal torneio do continente sul-americano depois de seis anos, o Vasco precisa derrotar a Ponte Preta no próximo domingo, às 17 horas, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, pela 38.ª e última rodada. Embora o rebaixamento do rival paulista já tenha sido decretado, Martín Silva não acredita em facilidade. O arqueiro pediu concentração.

"Estamos um passo mais perto da Libertadores e vamos dar tudo até o fim. Concentração é fundamental, mas acredito que não teremos problema. O grupo está focado. Foi uma derrota dura contra o Atlético Paranaense, mas trabalhamos tranquilos, foi uma semana normal e demos a volta por cima. Mostramos dentro de campo que estamos à altura da camisa do Vasco. Nossa vontade de entregar uma classificação para a Libertadores para todo mundo é enorme", declarou Martín Silva.

Mais conteúdo sobre:
Vasco Campeonato Brasileiro de Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.