Paulo Fernandes/ Vasco
Paulo Fernandes/ Vasco

Martín Silva prevê clássico difícil e cobra Vasco focado em chegar à Libertadores

Goleiro afirma que equipe precisa aproveitar partida contra o Botafogo para definir a situação no Brasileiro

Estadao Conteudo

13 de outubro de 2017 | 15h10

O Vasco vive situação peculiar no Campeonato Brasileiro: está cinco pontos acima da zona de rebaixamento e quatro abaixo do Flamengo, o sétimo colocado, que hoje garantiria uma vaga na próxima Copa Libertadores. E, para o goleiro Martín Silva, a equipe precisa aproveitar o clássico deste sábado, contra o Botafogo, às 19h, no Maracanã, para definir a sua situação na competição.

+ Após novo tropeço no Brasileirão, Cuca não é mais técnico do Palmeiras

+ Cássio pede atenção com o Bahia e exalta 'pés no chão' do Corinthians

"Estamos pensando somente no Vasco e no que temos de fazer para sair deste grupo que está perto da zona do rebaixamento. E agora visamos a possibilidade de entrar em uma Libertadores, estamos perto, na briga. Acredito que temos um grupo em condições para conquistar esse objetivo", assegurou o goleiro uruguaio nesta sexta-feira, descrevendo o que o Vasco precisa para ficar com a vaga.

"Evoluímos como time e a comissão técnica aos poucos está vendo que o trabalho está dando resultado. A primeira parte foi ajustar a defesa, somos um time mais sólido. Hoje o foco está na parte ofensiva. Com o tempo, iremos nos tornar uma equipe mais equilibrada", acrescentou.

Ainda assim, embora satisfeito com o desempenho do time, Martín Silva elogiou o Botafogo e previu um clássico complicado. "Sabemos que vai ser um jogo difícil, o Botafogo está atravessando uma fase muito boa, é um time competitivo, porém temos plenas condições de vencer amanhã (sábado). Temos que voltar a ser fortes em casa. A torcida está contagiada porque estamos fazendo o melhor para o Vasco."

Com um retrospecto de cinco vitórias, três empates e uma derrota contra o Botafogo, o goleiro minimizou o histórico e avisou que o importante é o momento. "São coisas do futebol. Sempre é uma motivação a mais jogar um clássico, sem dúvida, melhor ainda ter um retrospecto bom, mas não há uma receita para isso", declarou.

"É o time inteiro que joga, o vencedor sempre vai ser o Vasco, não o Martín Silva. Trabalho sempre para fazer a minha parte, mas é claro que é sempre positivo não sair perdedor de um clássico."

+ Mano despista sobre permanência no Cruzeiro em 2018: 'Não falarei publicamente'

O Vasco está na nona colocação do Brasileiro com 36 pontos, sete atrás do sexto colocado Botafogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.