Martinez culpa gramado por gol perdido contra o Náutico

'Não tem condições de jogar aqui, infelizmente o campo nos prejudicou', afirmou o volante depois do empate

AE, Agencia Estado

29 de setembro de 2008 | 14h09

O volante Martinez, que tem jogado as últimas partidas na zaga palmeirense, criticou o estado do gramado do Estádio dos Aflitos, em Recife. Para o jogador a situação ruim do gramado o atrapalhou na chance mais clara de gol no jogo, que terminou empatado por 0 a 0.Veja também:Palmeiras empata, mas assume a ponta do Brasileirão  Brasileirão Série A - Classificação Brasileirão Série A - Calendário/Resultados Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão"Não tem condições de jogar aqui. Infelizmente, o estado do gramado nos prejudicou, em especial a mim. Tive uma chance clara de gol e travei a chuteira no gramado no momento do chute", reclamou Martinez.Apesar das reclamações, os palmeirenses comemoraram o empate, fora de casa, que garantiu a liderança do Campeonato Brasileiro. "Foi bom pelas dificuldades que enfrentamos. O nosso time jogou sempre com consciência e até poderíamos ter vencido. Mas acredito que ficou de bom tamanho", explicou o lateral-esquerdo Leandro, que completou a partida de número 100 com a camisa do clube.No próximo sábado, o Palmeiras volta a campo pelo Brasileirão na partida diante do Atlético Mineiro. Antes, na quarta, os palmeirenses enfrentam o Sport Ancash, do Peru, pela Copa Sul-Americana.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.