Alejandro Garcia/EFE
Alejandro Garcia/EFE

Javier Mascherano é acusado de fraude fiscal na Espanha

Jogador do Barcelona teria sonegado mais de 1,5 milhão de euros

Iain Rogers, REUTERS

28 de setembro de 2015 | 12h28

O jogador do Barcelona e da seleção argentina Javier Mascherano foi acusado pelas autoridades fiscais espanholas de dois crimes de fraude, em um total de mais de 1,5 milhão de euros, informou a promotoria pública nesta segunda-feira.

Mascherano, que trocou o Liverpool pelo Barcelona em 2010, supostamente ocultou os ganhos de direitos de imagem usando companhias sediadas nos Estados Unidos e em Portugal, de acordo com a promotoria. O jogador de 31 anos é acusado de fraudar 587.882,01 euros em 2011 e 968.907,76 euros em 2012, acrescentou a promotoria.

Mascherano, que não fez comentários públicos imediatos sobre as acusações, pagou neste mês o valor devido mais quase 200 mil euros de juros, informou a promotoria, e a mídia local relatou que isto poderia ser benéfico caso ele seja condenado.

O Barcelona não respondeu imediatamente a um pedido de comentário. Na semana passada, o atacante Neymar, também do Barcelona, teve 189 milhões de reais bloqueados pela Justiça Federal brasileira por supostas sonegações de impostos entre 2011 e 2013.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.