Mascherano já fala como corintiano

O volante Javier Mascherano já vive a expectativa de se apresentar ao Corinthians. Em entrevista ao jornal Olé, da Argentina, o jogador falou da ansiedade em trocar o River Plate por seu nome clube. Sua principal fonte de informações é o atacante compatriota Carlitos Tevez. "Já conversei várias vezes com o Carlos (Tevez). Nos conhecemos há muito tempo, éramos rivais nas categorias de base. Desde então, formamos uma grande amizade", disse Mascherano. "E lá também está o (Sebá) Dominguez", emendou. Nesta quinta, Mascherano defende o River no segundo jogo das quartas-de-final da Libertadores contra o Banfield. Se o River for desclassificado, o volante pode chegar ao Corinthians já na semana que vem - pelo contrato que assinou com Kia Joorabchian, da MSI, o volante tem de se apresentar no Parque São Jorge assim que o River for desclassificado na Libertadores. Caso o time argentino vá até à decisão do torneio (dia 13 de julho), Mascherano chegaria apenas na segunda quinzena do mês que vem. Mascherano, de 21 anos, 1,78 m e 77 kg, chegaria num momento de escassez de jogadores no elenco, principalmente no meio-de-campo. Marcelo Mattos, o principal volante do time, está machucado e não deve enfrentar o Brasiliense, sábado, no Distrito Federal. Rosinei, o segundo volante, está suspenso e também não joga. Fabrício, a terceira opção para o setor, ainda se recupera de uma tendinite. Com isso, o lateral Gustavo Nery deve ser mantido no meio-de-campo, ao lado de Wendel, Roger e Carlos Alberto, recuperado de uma gastrite que se tornou úlcera. Com a chegada de Mascherano, faltaria apenas o acerto com Vágner Love, do CSKA, para finalizar o ciclo de contratações do Corinthians para esta temporada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.