Mascherano pede apoio da Fiel

O volante Mascherano pediu a ajuda da torcida corintiana em favor do River Plate contra o São Paulo na primeira partida da semifinal entre as equipes, pela Taça Libertadores da América. ?Espero que os torcedores do Corinthians apóiem o River contra o São Paulo?, disse o atleta, que vai para o Parque São Jorge depois de sua participação no torneio continental. Mascherano diz que, no momento, está concentrado em defender o River, tanto que não há encontro programado com os dirigentes corintianos. O zagueiro Ameli, que jogou no São Paulo, não fez questão de demonstrar simpatia no rápido desembarque da delegação argentina, hoje à noite. Recusou-se a responder a maioria das perguntas sobre o confronto e foi rude ao lembrar de sua saída do Morumbi. ?Está na Justiça?, disse o atleta, garantindo não ter ?nenhuma? emoção de voltar ao Morumbi, onde, na última partida defendendo o River, desentendeu-se com alguns ex-companheiros. Ninguém no River Plate confirma, mas os treinos para a partida contra o São Paulo mostraram preocupação ou, quem sabe, admiração da equipe pelo goleiro Rogério Ceni. Antes da viagem do grupo argentino, o lateral Domíngues fez questão de treinar cobranças de falta, especialidade de Rogério, com o terceiro goleiro. O jornal argentino Olé! - conhecido por ironizar o futebol brasileiro sempre que pode ? foi obrigado a apontar um desempenho modesto: das 42 tentativas, apenas quatro foram transformadas em gols. Mas Domíngues não deverá ser a única arma do River, que vem de um resultado ruim no Torneio de Clausura: derrota para o Velez Sarsfield por 1 a 0 no domingo. O técnico Leonardo Astrada afirmou que deverá usar a formação com a qual tem obtido melhores resultados: time jogando ofensivamente com dois atacantes, provavelmente Farías e Salas. Há um fator que conta contra o River: o retrospecto. A equipe perdeu seis das sete disputas mata-mata contra adversários brasileiros em Libertadores. O Cruzeiro venceu a final do torneio em 1976, e o Grêmio eliminou o adversário argentino nas oitavas-de-final em 2002. Atlético-MG, em 1978; Flamengo, em 1982; Vasco, em 1998; e Palmeiras, em 1999, levaram a melhor em confrontos semifinais. Mas a vitória é o resultado mais recente. Em 2003, o River eliminou o Corinthians.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.