Enric Fontcuberta/EFE
Enric Fontcuberta/EFE

Mascherano se despede do Barça e anuncia acordo com time chinês: 'Novo começo'

Argentino vai atuar pelo Hebei Fortune, mesma equipe de Hernanes, ex-São Paulo

Estadão Conteúdo

24 Janeiro 2018 | 12h42

A quarta-feira no Barcelona foi marcada pela despedida do argentino Javier Mascherano, oficializado como novo reforço do Hebei Fortune, da China, e deu adeus ao clube catalão dizendo que precisa de um "novo começo" em sua carreira.

+ Robinho assina por um ano e meio com Sivasspor e celebra chegada à Turquia

Na China, ele se junta ao brasileiro Hernanes, que retornou recentemente de empréstimo ao São Paulo, ao marfinense Gervinho e ao compatriota Lavezzi. O Barcelona não divulgou detalhes financeiros da transferência da Mascherano para o futebol chinês.

Para homenagear o jogador, o Barcelona organizou uma cerimônia de despedida que foi transmitida pela internet e contou com a presença do presidente do clube catalão, Josep Maria Bortomeu e de todo o elenco, além do ex-zagueiro Carles Puyol, companheiro de Mascherano em campo muitas vezes.

"Foi um sonho para jogar para o Barcelona.Agora eu estou acordando e o sonho está chegando ao fim", lamentou Mascherano, que admitiu a dificuldade de encontrar espaço na equipe titular. "Eu não tenho a mesma força que tinha antes de continuar lutando por um lugar entre os titulares. Às vezes você precisa reiniciar e começar de novo e buscar novos desafios em lugares diferentes".

Emocionado, o jogador de 33 anos, que atuou boa parte de sua carreira como volante, lamentou por ter chegado o dia de sua despedida do Barcelona e admitiu que perdeu espaço no elenco catalão.

"Eu sempre disse que a parte mais difícil sobre jogar no Barça foi que um dia eu teria que sair do clube. Mas você precisa tomar decisões. Com o passar do tempo, estava ficando claro que eu estava perdendo espaço como protagonista e tudo ficou cada vez mais difícil para mim", disse Mascherano, emocionado.

 

Seus colegas de equipe gravaram mensagens de vídeo que foram exibidas durante a cerimônia no Camp Nou. O adeus à torcida será nesta quinta-feira, na partida contra o Espanyol, pelas quartas de final da Copa do Rei. Como está machucado, o argentino, no entanto, não poderá entrar em campo e a homenagem deve ser feita antes da partida.

Conhecido por seu estilo raçudo, Mascherano foi revelado pelo River Plate, da Argentina, passou pelo Corinthians, West Ham, da Inglaterr,a e pelo Liverpool, até chegar ao Barcelona em 2010.

Ele ajudou o clube catalão na conquista de 18 títulos e atuou em 334 jogos com a camisa do Barcelona, marcando apenas um gol. Ultimamente, o argentino vinha jogando pouco com o treinador Ernesto Valverde, que preferiu usar o francês Umtiti ao lado de Piqué. As lesões também atrapalharam Mascherano de atuar mais nesta temporada. Antes da sua saída, o time contratou o colombiano Mina junto ao Palmeiras.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.