Massa comenta demissão de Mano Menezes e pede Muricy Ramalho

Piloto da Ferrari critica o trabalho do ex-técnico da seleção e elege seu amigo

Tercio David, O Estado de S. Paulo

23 de novembro de 2012 | 18h38

SÃO PAULO - Após o primeiro dia de treinos livres para o GP do Brasil, em Interlagos, Felipe Massa se mostrou um feroz crítico do trabalho de Mano Menezes, que foi demitido da seleção nesta sexta-feira após reunião do comando da CBF.

"Até pouco tempo atrás eu não estava feliz com o Mano, com o trabalho dele na seleção. Os resultado não estavam bons", disse o piloto da Ferrari. "Com a volta do Kaká, que se juntou a Neymar, Lucas e Oscar, o time melhorou um pouco, mas mesmo assim eu era a favor que se trocasse o treinador. Na minha opinião, acho que trocou um pouco tarde até", continuou Massa, que indicou um velho amigo para comandar a seleção: "Ah, o Muricy (Ramalho)."

Massa e o técnico do Santos são amigos de longa data e até montaram um time de futebol amador, que só atua durante as férias de ambos, no Guarujá (litoral de São Paulo). Muricy já foi convidado para comandar a seleção em 2010, mas teve de abdicar por conta de seu contrato com o Fluminense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.