Massagista do Racing morre atingido por um raio

O massagista do Racing César Nardi, de 61 anos, foi morto nesta segunda-feira por um raio durante um treino da pré-temporada do clube argentino.

AE, Agência Estado

12 de janeiro de 2011 | 10h10

A equipe trabalhava sob forte chuva no Resort Campo e Polo de Open Door, a 40 quilômetros a oeste de Buenos Aires, quando Nardi sofreu os reflexos da descarga de um raio atraído por um dos esguichos - feito de metal - para molhar o campo.

O massagista foi prontamente atendido por dois médicos do clube e levado às pressas para o hospital, mas, com grande parte do corpo queimado, sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu.

O zagueiro Brian Lluy estava próximo a Nardi no momento do incidente e também precisou de atendimento médico, mas não teve lesões importantes.

Há dez anos no Racing, Nardi, era muito querido pelos jogadores, segundo a imprensa argentina. O presidente do clube, Rodolfo Molina, declarou luto oficial. "Estamos comovidos e muito chocados com essa situação", disse.

O Racing já confirmou que pediu o adiamento da partida contra o Estudiantes nesta quinta, em Mar Del Plata, pela Copa Ouro. Elenco e comissão técnica foram liberados para comparecer ao velório na manhã desta quinta e se reapresentarão à tarde para definir a agenda dos próximos dias.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolRacingraio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.