Julio Cortez/AP
Julio Cortez/AP

Mata assina e se torna o mais caro da história do Manchester United

Meia espanhol custa cerca de R$ 147 milhões aos cofres do clube de Old Trafford

Agência Estado

25 de janeiro de 2014 | 20h37

MANCHESTER - O meia Juan Mata se tornou oficialmente, neste sábado, o jogador mais caro da história do Manchester United ao assinar um contrato de 37,1 milhões de libras (cerca de R$ 147 milhões). Contratado junto ao Chelsea, o jogador espanhol vestiu a camisa da sua nova equipe, depois de ter defendido o rival de Londres em 135 partidas, marcando 32 gols desde quando foi contratado pelo Valencia, em 2011.

Após assinar contrato, Mata festejou o fato de estar iniciando uma nova fase de sua carreira, por outro clube gigante do futebol mundial. "Estou muito feliz por estar me juntando ao United. Tive alguns anos muito felizes no Chelsea, mas chegou o momento de buscar um novo desafio. O United é o lugar perfeito para mim e estou empolgado pela oportunidade que eu tenho de fazer parte da próxima fase da história deste clube", ressaltou o reforço.

Depois de perder espaço no Chelsea após o retorno do técnico José Mourinho ao clube, Mata deixou claro que não poderia recusar a oferta do time de Old Trafford. "O Chelsea é um clube top e tenho muitos amigos lá, mas você não pode rejeitar a oportunidade de jogar pelo Manchester United. Eu estou ansioso em poder ajudar o técnico e o time a conquistarem o sucesso nos próximos anos", completou.

Trazido a peso de ouro, Mata superou as cifras da contratação do búlgaro Dimitar Berbatov, que custou 33,5 milhões de libras ao Manchester em 2008, quando foi adquirido junto ao Tottenham. E, ao comentar a chegada do novo reforço, o técnico David Moyes não escondeu a empolgação em um momento no qual está sob pressão no comando da equipe, cuja fase atual é péssima.

"Juan é um dos mais talentosos meias no futebol na atualidade e é um verdadeiro prazer ter assegurado a sua contratação. Ele foi fundamental para o sucesso recente do Chelsea, com notáveis 28 assistências e 32 gols nas duas últimas edições do Campeonato Inglês. Fiquei impressionado com a empolgação dele por fazer parte desse novo Manchester United. Eu sei que nossos torcedores admiram Juan há algum tempo - sempre jogou bem contra nós - e agora sei que eles terão o prazer de vê-lo de vermelho, a começar por terça-feira", afirmou o treinador, se referindo ao jogo de estreia de Mata pelo novo time, contra o Cardiff, pela próxima rodada do Inglês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.