Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Mateus Vital ganha pontos com Carille após estreia na Libertadores

Meia de 20 anos foi bem no empate por 0 a 0 com o Millonarios na Colômbia

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

02 Março 2018 | 07h00

Titular na vaga de Rodriguinho, que estava suspenso, o meia Mateus Vital fez sua primeira partida internacional por um clube no empate do Corinthians diante do Millonarios, por 0 a 0, na estreia da Libertadores. Aos 20 anos, ele já havia atuado pela seleção brasileira sub-15 em um jogo na Bolívia. Ele se saiu bem em seu “batismo” e ganhou elogios do técnico Fábio Carille. 

+ Jogadores do Corinthians saem satisfeitos com empate na Colômbia

“O Mateus foi muito bem dentro do que a gente esperava, controlando a bola, segurando e sustentando. Na Libertadores a gente sabe que tem de sustentar, aguentar mesmo trombada. O Mateus conseguiu fazer isso”, disse o treinador. 

A boa atuação foi resultado, em parte, dos conselhos que recebeu dos mais velhos. “O Jadson conversou comigo, disse que o juiz deixa o jogo rolar mais, e o Romero também deu uma ajudinha. É importante receber esse ‘feedback’ dos jogadores mais velhos, eu sempre paro para escutar, é importante para mim”, disse o meia.

O jovem ainda está buscando seu espaço. Essa foi apenas a sua terceira partida com a camisa do Corinthians. Domingo, no clássico diante do Santos, ele deverá voltar ao banco de reservas, pois Rodriguinho voltará ao time titular. Mesmo assim, acredita que está mostrou suas credenciais no jogo da Colômbia. “Era importante mostrar essa personalidade e esquecer um pouquinho o nervosismo. Era um jogo importante, e eu precisava ir bem, não só para mim, mas para toda a equipe. Infelizmente o resultado não veio, mas o importante foi a dedicação”, disse.

Mais conteúdo sobre:
Corinthians Mateus Vital

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.