EFE/Rodrigo Jiménez
EFE/Rodrigo Jiménez

Matheus Cunha marca, e Atlético de Madrid derrota Valencia de virada pelo Espanhol

Comandados de Diego Simeone saem perdendo por 2 a 0, mas alcançam vitória jogando em casa pelo torneio nacional

Redação, Estadão Conteúdo

22 de janeiro de 2022 | 19h50

Com direito a gol do brasileiro Matheus Cunha e virada incrível nos instantes finais, o Atlético de Madrid obteve uma vitória heroica sobre o Valencia por 3 a 2, neste sábado, no estádio Wanda Metropolitano, pela 22ª rodada do Campeonato Espanhol. O time de Diego Simeone chegou a estar perdendo por 2 a 0 antes de buscar o triunfo com dois gols nos acréscimos.

O duelo ficou marcado por vaias da torcida do time mandante, mas o final foi de muita comemoração. O casamento entre Atlético de Madrid e o técnico Simeone parecia estar chegando ao fim. As vaias foram direcionadas para o treinador a cada movimento dentro da partida, seja pelas substituições, ou até mesmo por sua indignação com a derrota do clube madrilenho. No entanto, pareceu que tudo foi esquecido com a virada nos minutos finais.

Com o resultado, o Atlético de Madrid se firmou na quarta posição, dentro da zona de classificação para a próxima edição da Liga dos Campeões, com 36 pontos, atrás apenas de Real Madrid (49), Sevilla (46) e Betis (40). O Valencia, por outro lado, ficou em nono, com 29.

Em fase irregular, o Atlético voltou a cometer muitos erros, deixou o Valencia gostar da partida e foi castigado ao ver o time visitante abrir o placar aos 25 minutos. Em bela jogada de contra-ataque, Yunus Musah recebeu um lindo passe na esquerda, invadiu a área e finalizou rasteiro para superar o goleiro Oblak.

O Atlético "sentiu" o gol e viu a impaciência por parte da torcida tomar conta do jogo. O Valencia se aproveitou da fragilidade do adversário para fazer o segundo aos 44 minutos. Hugo Duro recebeu de Toni Lato e encheu o pé para fazer 2 a 0.

No segundo tempo, Simeone colocou Matheus Cunha em campo. O brasileiro deu outro ritmo para o jogo e recolocou o Atlético na partida. Aos 19 minutos, o atacante aproveitou o rebote, após cobrança de escanteio, para acertar um bonito chute e diminuir o marcador.

O gol animou o time da casa, que seguiu pressionando e não parou até buscar a virada com dois gols nos acréscimos. Aos 46 minutos, Correa pegou a sobra dentro da área e, com o gol vazio, deixou tudo igual. A virada surpreendente foi aos 48. Matheus Cunha deu belo passe para Mario Hermoso decretar a vitória do time de Simeone.

Ainda neste sábado, o Sevilla perdeu a oportunidade de se aproximar do líder Real Madrid ao empatar, em casa, por 2 a 2, com o Celta de Vigo. Já o Villarreal subiu para a sétima colocação, com 32 pontos, mesma pontuação do Barcelona, ao fazer 3 a 0 no Mallorca.

Por fim, na manhã deste sábado, o Cádiz ganhou um fôlego na luta contra o rebaixamento ao derrotar o lanterna Levante por 2 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.