Matonense sofre WO no Paulista A-2

Quando parecia que a Futura Esporte e a Matonense finalmente entrariam em acordo e a equipe teria jogadores suficientes para entrar em campo neste domingo à tarde, contra o São Bento, pela quarta rodada do Campeonato Paulista da Série A-2, eis que um novo problema surgiu e impediu a realização da partida. Sem time em campo, a Matonense perdeu por WO para o São Bento, líder absoluto, agora com 12 pontos no Grupo 2 e 100% de aproveitamento. Um acordo ainda foi fechado entre as duas partes no sábado, mas novos desentendimentos aconteceram antes do jogo. Pelo acordo entre as duas partes, que brigam juridicamente pelo direito de representar o clube, oito jogadores contratados pelo presidente Oberdan Silva e três vinculados à Futura entrariam em campo, mas uma exigência de última hora da empresa atrapalhou tudo. O departamento médico da empresa não quis assumir responsabilidade sobre os jogadores do clube, que são maioria. A empresa, por sua vez, alegava que, sem isso, o jogo não poderia acontecer. O árbitro Robério Pereira Pires aguardou em campo com os jogadores do São Bento os 30 minutos regulamentares pela solução do problema, o que não aconteceu. Por isso, foi declarado WO, com placar de 1 a 0. Com isso, a Matonense pode até ser desfiliada da Federação Paulista de Futebol (FPF).

Agencia Estado,

13 de fevereiro de 2005 | 17h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.