Matthaeus recusa oferta do Eintracht

Lotthar Matthaeus não quer entrar em fria. Por ser cauteloso, o ex-jogador do Bayern de Munique e capitão da seleção da Alemanha recusou nesta segunda-feira convite para treinar o Eintracht, time tradicional que disputa a Primeira Divisão da Bundesliga. O clube de Frankfurt havia procurado o craque para substituir Felix Magath, demitido, no final de janeiro, depois de seis derrotas consecutivas.Matthaeus pensou direito e preferiu curtir aposentadoria, por enquanto. "Neste momento, seria uma responsabilidade enorme", reconheceu o ex-líbero e recordista em jogos com a seleção alemã (150 jogos). "Haveria muito risco, nessa primeira experiência como treinador", admitiu Matthaeus, 39 anos e que teve como última experiência como jogador passagem sem brilho pelo New York MetroStars, da Primeira Divisão dos Estados Unidos.O Eintracht está sendo dirigido por Rolf Dohmen, que acumula também a função de diretor. A equipe deu uma reagida, venceu os dois últimos jogos, tem 26 pontos, subiu para o 12º lugar no campeonato, mas ainda corre de rebaixamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.