Matthäus: duelo de sexta é diferente das finais de 86 e 90

O ex-jogador alemão Lothar Matthäus afirmou, nesta segunda-feira, que a partida de quartas-de-final que será disputada entre a Alemanha e a Argentina, na próxima sexta-feira, em Berlim, não pode ser comparada às duas finais entre as seleções nas Copas de 1986 e 1990."A derrota que tivemos em 1986, quando perdemos por 3 a 2, e em 1990, quando vencemos por 1 a 0, em Roma, não podem ser comparadas à situação atual", declarou Matthäus, que participou das duas partidas contra os argentinos - era o capitão da Alemanha na conquista do título na Itália.Para começar, o ex-jogador, que disputou cinco Copas, disse que a Argentina seria a ampla favorita para vencer os alemães, mas que depois do primeiro tempo que a Alemanha fez contra a Suécia, ele crê na possibilidade de vitória alemã sobre os sul-americanos. "A seleção alemã tem crescido muito na competição e se superar a Argentina, vai merecer também o título mundial. Assim como a Alemanha, a seleção argentina possui um grupo compacto, mas em todo caso, acredito que, individualmente, os argentinos tenham jogadores melhores", disse Matthäus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.