Matthäus quer Berbatov de volta à seleção búlgara

O novo técnico da seleção búlgara, Lothar Matthäus, assinou formalmente contrato com a federação de futebol do país e assumiu o cargo nesta quinta-feira. Em sua primeira entrevista, o ex-jogador alemão afirmou que reavivará os bons momentos da Bulgária e, para isso, tentará convencer o centroavante Dimitar Berbatov a voltar ao time.

AE-AP, Agência Estado

23 de setembro de 2010 | 14h06

"Não importa os motivos que o jogador tem, ele sempre tem que estar pronto para jogar por sua seleção", declarou o treinador, lembrando que Berbatov, que está no Manchester United, não atua pela Bulgária desde maio, alegando problemas pessoais.

O técnico alemão chega para substituir Stanimir Stoilov, que deixou o cargo após as derrotas para Inglaterra e Montenegro, pelas Eliminatórias para a Eurocopa de 2012. "Não será uma tarefa fácil depois das derrotas para Inglaterra e Montenegro, mas será um grande desafio para mim", afirmou Matthäus, que disse confiar na classificação.

Para Matthäus, a seleção búlgara precisa voltar a jogar um futebol ofensivo, como fez na Copa de 1994, para ter chances de classificação. "Acho que temos a capacidade de sermos pelo menos segundos no grupo das Eliminatórias para a Eurocopa", analisou. A Bulgária está no Grupo G, ao lado de Inglaterra, Montenegro, Suíça e País de Gales.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.