Cesar Grecio/Ag. Palmeiras
Cesar Grecio/Ag. Palmeiras

Mattos afirma que Palmeiras vai comprar Antônio Carlos e sondou Miranda

Diretor do clube detalha operações na janela de transferência e defende manutenção do elenco

O Estado de S. Paulo

24 de julho de 2018 | 20h31

O diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, detalhou nesta terça-feira as principais movimentações do clube nesta janela de transferências. Com foco principal na defesa, o dirigente revelou em entrevista ao canal Fox Sports que está para fechar a compra definitiva do zagueiro Antônio Carlos e nas últimas semanas também realizou sondagem por Miranda, da Inter de Milão.

+ Moisés diz ter recusado proposta do futebol árabe

+ Weverton se espelha em Jailson: 'Aprendi a esperar'

"Nós definimos a aquisição dele (Antônio Carlos). Não está nada assinado, mas a gente acredita nele. Tem uma proposta por ele", afirmou Mattos. O defensor tem os direitos econômicos pertencentes à Tombense (MG) e está emprestado ao Palmeiras pela segunda temporada consecutiva. O vínculo atual termina ao fim do ano.

O clube também realizou observações na Europa em busca de reforços de peso e estudou a possível vinda de Miranda. "O Palmeiras sondou a possibilidade de Miranda e alguns outros jogadores. Não só o Palmeiras, uma meia dúzia. A notícia que a gente teve é que a família preferiu neste momento permanecer fora do país", comentou Mattos. O defensor foi titular do Brasil na última Copa do Mundo.

O dirigente citou ainda os nomes de Bernard e Ricardo Goulart como de outros reforços avaliados durante o período e garantiu que o clube precisou se esforçar para evitar a saída de jogadores importantes. "Vários jogadores sofreram assédio. O Palmeiras teve força e planejamento para essa manutenção. Teve Antônio Carlos, Lucas Lima, Moisés, Dudu e o Keno, que foi uma batalha perdida. Teve assédio muito forte ao Willian também. O Moisés, agora dois dias atrás. Foram pequenas batalhas que conseguimos", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.