Ciro Campos/Estadão
Ciro Campos/Estadão

Mattos diz que espera resposta da China antes de avançar por Ricardo Goulart

Diretor do Palmeiras garante que clube não tem ansiedade em definir contratação do atacante

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

04 de janeiro de 2019 | 17h40

O diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, disse nesta sexta-feira que o clube no momento não está com negociação aberta para contratar o atacante Ricardo Goulart, do Guangzhou Evergrande, da China. Em entrevista coletiva na Academia de Futebol, o dirigente explicou que a fase atual é de esperar o posicionamento do clube asiático, principalmente sobre valores e o interesse ou não de manter o jogador no elenco.

Goulart está de férias no Brasil e usa a Academia de Futebol para se recuperar de lesão. "Não tem conversa com o time dele para entender o que é que pode ser feito. Se em algum momento, após essa recuperação, tiver uma viabilidade financeira compatível com o que o Palmeiras acha que é possível, vamos estudar o caso", disse Mattos, que reiterou ser amigo do atacante, com quem trabalhou junto no Cruzeiro.

A tentativa de aproximação entre Palmeiras e Goulart é antiga. Em outras janelas de transferência o clube procurou fazer contato, mas sempre esbarrou na alta pedida financeira do time chinês. Segundo Mattos, como o calendário do futebol na China só volta aos jogos em março, é preciso esperar nesse momento a manifestação do interesse dos dirigentes do Guangzhou, assim como do próprio empresário do atacante.

"Os chineses estão esperando alguns movimentos na China, do mercado de lá. Não temos ainda um direcionamento sobre que se quer sobre o Goulart. A comissão técnica e a diretoria não têm ansiedade alguma sobre esse assunto", disse Mattos. O diretor palmeirense não descarta que no futuro as conversas se intensifiquem. "O Goulart no momento se recupera de lesão. Se depois disso tiver alguma viabilidade financeira compatível com o que Palmeiras pensa, vamos avaliar", afirmou.

Mattos participou nesta tarde de coletiva em que entregou as camisas do clube para os cinco reforços trazidos até agora. Participaram das apresentações o volante Matheus Fernandes, o meia Zé Rafael e os atacantes Felipe Pires, Carlos Eduardo e Arthur Cabral. Todos já se apresentaram ao clube e estão em trabalho de pré-temporada desde a tarde de quinta-feira.

O diretor afirmou que apesar do temor em perder Dudu, o clube não recebeu propostas pelo atacante no momento. O plano do Palmeiras é em caso de interesse de alguma equipe, tentar convencer o atacante a ficar. Mattos relembrou que por cinco vezes o futebol chinês tentou levar o jogador e em todas o Palmeiras conseguiu manter o atleta no elenco.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.